ADOÇÃO LEGAL

Consequências

  • Atitudes impensadas e/ou inadequadas em relação ao destino do filho (aborto, abandono, infanticídio, maus tratos, negligência, adoções irregulares);
  • Prolongamento do tempo de institucionalização da criança, dificultando seu processo de adoção pela não desistência legal do poder familiar;
  • Ocorrência de adoção tardia;
  • Prejudicar o desenvolvimento afetivo da criança;
  • Diminuir as chances da criança se desenvolver de maneira saudável, recebendo os cuidados e afeto de uma família;